SINDSEP - SP

Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Minicípio de São Paulo

SINDICALIZE-SE

Política

05/02/2020 - 10:26

Todo apoio à greve dos petroleiros em defesa da Fafen-PR

O Sindsep manifesta seu total apoio e solidariedade aos trabalhadores petroquímicos da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), subsidiária da Petrobrás na cidade de Araucária, Paraná, ameaçada de fechamento pelo governo Bolsonaro.
 
 
Uma das mais importante unidades de fertilizantes nitrogenados do país, a empresa pública estatal criada em 1982 que atingiu capacidade de produção anual de 700 mil toneladas de ureia e de 475 mil toneladas de amônia, foi privatizada pelo governo Itamar Franco (23 de junho de 1993) bagatela de US$ 207 milhões.
 
 
Vinte anos depois, o governo Dilma reestatizou, em maio de 2013, garantindo a recuperação e preservação dos empregos.
 
 
Sete anos depois da reestatização, mais de 1.000 trabalhadores estão com seus empregos ameaçados e o país em risco de perder uma de suas empresas estratégicas para a economia brasileira. 
 
 
A Fafen-PR produz insumos vitais para a agricultura nacional. Seu fechamento acabaria por fragilizar a capacidade do Estado brasileiro no apoio à produção de alimentos para a população brasileira e às exportações.
 
 
Os trabalhadores da Fafen-PR vem resistindo para defender seus empregos diante da política de desmonte da Petrobrás imposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.
 
 
Frente a isso, enviamos nossa solidariedade e nos comprometemos a divulgar os impactos deste absurdo que é a tentativa do governo de destruir a produção nacional de fertilizantes para agricultura e da Petrobrás de conjunto.
 
 
 
SINDSEP | Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no Município de São Paulo
 
 
 
Petroleiros contra demissões em massa e por cumprimento de acordos firmados entre a Petrobras e os trabalhadores. | Foto: Divulgação
[voltar]